Impacto da Inteligência Artificial na Indústria: Revolução 4.0

Impacto da Inteligência Artificial na Indústria: Revolução 4.0

A indústria brasileira é um dos setores que mais se beneficiará com os avanços tecnológicos. Estima-se que a indústria brasileira terá uma economia, de no mínimo, 73 bilhões de reais com a implementação de tecnologias que utilizam Inteligência Artificial  (Fonte: Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI)).

Mas, o que é Indústria 4.0? O que é Inteligência Artificial? Existe casos de sucesso no Brasil? Quais os benefícios que a Inteligência Artificial traz para a indústria? Como fica os empregos nessa nova era?

Dúvidas, como essas, vêm aparecendo conforme o termo Inteligência Artificial torna-se popular e esse artigo visa responder esses questionamentos, além de mostrar a importância da Inteligência Artificial na Indústria.

Mas, afinal, o que é Revolução 4.0 ou Indústria 4.0?

O termo Indústria 4.0 surgiu durante um projeto estratégico de alta tecnologia do governo alemão sendo utilizado pela primeira vez durante a Feira de Hannover em 2011.

Para compreender o que é Indústria 4.0 ou a quarta revolução industrial, é necessário relembrar que revoluções industriais anteriores trouxeram a mecanização da produção usando a energia a vapor (primeira revolução), a produção em massa com o auxílio da energia elétrica (segunda revolução), a automação, dispositivos eletrônicos e digitalização (terceira revolução ou revolução digital).

Já, a Revolução 4.0 ou Indústria 4.0 é um conceito proposto para se referir a nova fase da indústria que engloba Inteligência Artificial, interconectividade, automação, Internet das Coisas (IoT) e dados em tempo real.

Além das máquinas inteligentes ligadas por sensores que se comunicam entre si e tornam o processo mais eficaz e produtivo, na Indústria 4.0 há a conexão entre o físico e o digital o que permite a interação eficiente entre os departamentos, fornecedores e produtos.

O que é a Inteligência Artificial?

Primeiramente, a Inteligência Artificial é a combinação de várias tecnologias que permitem que máquinas aprendam, executem tarefas e tomem decisões similares a humana.

Simplificando, Inteligência Artificial adiciona inteligência aos produtos já existentes, por exemplo, a Siri, assistente virtual da Apple.

Assim, a Inteligência Artificial é um dos pilares da indústria 4.0 e irá colaborar para tornar as fábricas mais autônomas e eficientes.

  • Estima-se que a redução de custo industrial, com a implementação da IA, será de 74 bilhões de reais por ano;
  • Só com energia elétrica, haverá a redução de 7 bilhões de reais por ano.
  • Os custos de manutenção terão uma redução de 34 bilhões por ano.

Quais as vantagens de implementar Inteligência Artificial na indústria?

Não há dúvida que a Inteligência Artificial trará grandes vantagens para a indústria brasileira. A Inteligência Artificial consegue aprender a partir da própria experiência, e se aprimorar sem a necessidade de um responsável para configurá-la. Tornando o processo mais eficaz e reduzindo erros humanos.

Podemos citar 3 vantagens da Inteligência Artificial na indústria:

  1. Redução de erros: é possível treinar algoritmos que conseguem desempenhar muito bem tarefas  repetitivas, que antes eram executadas por humanos e suscetíveis a erros.
  2. Redução de custo: com a diminuição de erros no processo, menos tempo, energia e matéria-prima são desperdiçados, reduzindo o custo de produção.
  3. Aumento de lucro: com a redução dos erros e funcionários focados em outros processos mais importantes, a empresa terá mais tempo para pensar e criar oportunidades de negócios. E as tarefas repetitivas e burocráticas ficarão a cargo da IA.

Em qual área da indústria é possível aplicar Inteligência Artificial?

Para responder a essa pergunta, separamos alguns exemplos de como esta tecnologia pode mudar seus processos.

  • Automação de processo: a combinação da Inteligência Artificial e sensores permitirá a indústria conectar todas as áreas. Com a automação, ocorrerá o aumento de produtividade, a melhoria de uso dos ativos, a redução de custo e do tempo nas decisões.
  • Redução de Energia: a implementação de  sistemas inteligentes e o uso de energias limpas, permitirá reduzir custos e otimizar o fornecimento de energia elétrica. Estima-se que a Inteligência Artificial trará uma  redução de 32 bilhões de reais por ano com o custo de energia.
  • Modelos de Machine Learning: além de identificar flutuações inesperadas no sistema,  são utilizados para prever custos, melhorar a precificação de produtos e tomadas de decisões.
  • Segurança de dados: com computação em nuvem é possível armazenar os dados da empresa com uma maior segurança, e com a Inteligência Artificial conseguimos identificar invasão ao sistema em tempo real, diminuindo o risco de ataques de hackers.
  • Controle de qualidade em tempo real: atualmente o controle de qualidade é feito por amostragem, com a Inteligência Artificial a varredura dos produtos será feito em tempo real, identificando defeitos ou erros no processo instantaneamente, reduzindo os prejuízos.

Os casos de sucesso da  Inteligência Artificial na Indústria

A indústria está se familiarizando e implementando tecnologias com Inteligência Artificial, e com a implementação, os primeiros resultados começam a aparecer.  Listamos alguns casos de sucesso da Inteligência Artificial na indústria mundial para posteriormente apresentamos alguns cases no Brasil.

— A seguradora alemã Allianz implementou Inteligência Artificial, em seu processo, que aumentou a detecção de tentativas de fraude em cerca de 50%, quase que imediatamente após entrar em funcionamento.

— A Chevron, produtora americana de petróleo, adotou o recurso em diversas áreas da companhia, incluindo revisão de contratos. Graças à tecnologia, detectou-se gastos não justificados que antes eram invisíveis.

— A fabricante de produtos químicos suíça, Clariant, criou seu projeto de IA para reduzir custos. O resultado veio tão rápido que o recurso foi levado para as outras frentes geradoras de receita tais como precificação dos produtos, detecção de novas oportunidades no portfólio de clientes, criação de linhas de produtos, etc.

— Uma mina de ouro na África utilizou IA para captar mais dados e conseguiu observar algumas flutuações inesperadas nos níveis de oxigênio durante a lixiviação. A correção gerou uma economia de até $20 milhões por ano.

Você sabia que no Brasil…

  • Apenas 1,6% das indústrias são digitalizadas;
  • Só  21,8% dessas empresas estarão digitalizadas na próxima década;
  • 77% das empresas não utilizam automação;
  • Portanto, a cada 4 empresas,  aproximadamente 3 não usam automação ainda.

Apesar da indústria brasileira está engatinhando quando o assunto é tecnologia, a ligação entre a Inteligência Artificial e a indústria gera grandes resultados, obrigando as empresas a incorporar essa tecnologia e rever seus modelos de negócios. A seguir, apresentamos alguns casos de sucesso no Brasil.

Aplicações de Inteligência Artificial no Brasil

—  O Watson, plataforma de serviços cognitivos (software que simula o processo de aprendizado humano) da IBM,  têm diversas aplicações pelo Brasil. Sendo, o Brasil, o segundo país no Mundo que mais o utiliza. Como a Bia, do Bradesco, a assistente virtual do setor financeiro. As  Instituições de ensino utilizam Inteligência Artificial para o relacionamento com os alunos ou para ajudar na jornada de estudos.

—  A startup,I.Systems, utiliza um programa de computador para entender as rotinas das indústrias. Uma das principais aplicações do programa é otimizar geração de energia para as caldeiras, fornecendo energia conforme o funcionamento do processo. A startup estima que a Inteligência Artificial gere uma economia de 2% a 10%.

— A   General Motors (GM) está implementando na fábrica da Chevrolet, em São Paulo, Inteligência Artificial para o controle de qualidade. A IA vai atuar na revisão da pintura dos automóveis.

— A Totvs têm sua Inteligência Artificial Carol, com ela o gestor consegue definir ações direcionadas para aumentar as vendas e evitar perdas. Em um caso real, a Carol acertou 70% na indicação dos clientes que estavam em risco de evasão.

— A Pollux, empresa de Joinville, é focada em inovação e produtos customizados mantendo a produção em massa. Alguns casos de aplicações foram: cápsulas de bebida personalizadas, caixas de bombons personalizados e linha de montagem de carro customizado pelo cliente.

12 Benefícios da Inteligência Artificial na Indústria?

Com a Inteligência Artificial,  os dados, que já eram gerados, agora são coletados e processados de forma precisa e automatizada para se obter informações e tomadas de decisões em tempo real.

A seguir,  listamos alguns benefícios da Inteligência Artificial na indústria:

  1. Redução de operações ou paradas,
  2. Melhoria no uso de matéria-prima,
  3. Redução de operações ou custo do ciclo do ativo,
  4. Melhoria do uso do ativo, performance,
  5. Melhoria da produção,
  6. Redução do tempo nas tomada de decisões,
  7. Oportunidade para novos negócios,
  8. Permitir venda ou compra de produtos como serviço,
  9. Redução de energia elétrica,
  10. Redução do desperdício,
  11. Tomadas de decisões mais precisas,
  12. Aumento da produtividade.

Quais os impactos da Inteligência Artificial nas profissões?

A medida que a Inteligência Artificial vai ganhando destaque na mídia e sendo implementada nas empresas, gera receio nos trabalhadores que temem perder seus empregos para as máquinas.

Apesar de possuir um papel fundamental na Indústria 4.0, a IA não é 100% autônoma sendo essencial a participação humana para o desenvolvimento de novas ferramentas.

As máquinas vêm para substituir as tarefas repetitivas, mas não substituirá a maioria das profissões. Um estudo da McKinsey mostra que 51% das tarefas de trabalho podem ser automatizadas, mas apenas 5% das profissões podem ser automatizadas.

Um estudo realizada pela Gartner Inc., em 2017, apontou que a Inteligência Artificial será responsável por criar 2,3 milhões de empregos, enquanto eliminará 1,8 milhão até 2020. Além disso, até 2030 injetará mais de 15,7 trilhões de dólares na economia global.

Fica claro que a IA veio para melhorar nosso serviço e substituir as tarefas burocráticas, assim, as novas profissões serão voltadas para a criação de novos produtos e serviços, e aperfeiçoamento dos já existentes.

Uma pesquisa da IBM mostra que mais de 7,2 milhões de profissionais precisarão de capacitação em Inteligência Artificial. Logo, é importante que você se atualize e aprenda essa tecnologia.

Não perca essa oportunidade de se destacar no mercado e garantir seu emprego nos próximos anos.

Por onde começar na Inteligência Artificial? 

  • Primeiro,  aprenda Inteligência Artificial: para utilizar inteligência Artificial, você precisa entender o que é e alguns conceitos.  Assim, você compreenderá  como e onde aplicar IA na sua empresa.
  • Segundo, adaptação e implementação: procure uma equipe especializada para implementar as tecnologias. Existem Startups com soluções boas e baratas de IA para sua empresa. Comece pelo básico, análise de dados em tempo real e o uso de sensores na linha de produção, para depois implementar tecnologias mais complexas.
  • Terceiro, combine fatores: combinar tecnologias vai promover mais eficiência e vantagem competitiva para sua empresa. Por exemplo, combinar a IA com energia solar trará uma economia de energia maior e uma produção que utiliza menos recursos naturais.

Dica: Fique ligado nas novidades do nosso blog e instagram e se inscreva no canal da flai no Youtube para receber as atualizações e informações sobre Inteligência Artificial.

Conclusão

A Indústria 4.0 já é uma realidade no mundo e no Brasil, e cada vez mais as máquinas se tornarão inteligentes e os processos mais automatizados. Ao invés de temer as novas tecnologias, temos que nos preparar e pensar em maneiras de potencializar seus resultados. Assim, use a tecnologia para alavancar os negócios e crescer profissionalmente. Busque se qualificar e qualificar seus colaboradores.

Para ficar por dentro das novidades, inscreva-se em nossa Newsletter.

Ficou alguma dúvida? Deixe um comentário abaixo.

Referências

www.industria40.gov.br

www.exame.com/geral/industria-4-0-transforma-operacoes-fabris/

www.forbes.com/sites/bernardmarr

Sobre o Autor

Juliana Scudilio
Juliana Scudilio

Doutora e Mestre em Estatística pelo ICMC-USP. Bacharel em Estatística pela UFSCAR. Founder e Data Scientist da flai. Apaixonada por dados e por ensinar.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *